7 formatos de eventos corporativos para público interno

7 formatos de eventos corporativos para público interno

Os eventos corporativos são recursos valiosos para relacionamento, encantamento e engajamento. Os diversos formatos voltados aos colaboradores ajudam a trabalhar a cultura organizacional, a motivação e a integração entre os funcionários, além de auxiliar a qualificar e atualizar equipes. No entanto, para que os objetivos sejam atingidos, é preciso optar pelo tipo ideal de ação. Para ajudá-lo, explicamos alguns dos formatos que podem ser realizados para os colaboradores de sua empresa.

 

Com formato semelhante a um congresso, as convenções abrem maior espaço para a participação dos funcionários. Trata-se de um evento no qual busca-se um consenso, uma decisão ou um alinhamento em torno de um objetivo. Esse formato é bastante utilizado com equipes comerciais, a fim de lançar ou promover um produto/serviço, ou mesmo uma campanha de vendas.

 

Os workshops, ou oficinas, são encontros semelhantes aos cursos, porém de curta duração e com parte mais prática de aplicação dos conhecimentos. São recomendados para ações de Treinamento e Desenvolvimento das empresas, a fim de atualizar conhecimentos de equipes por meio de uma vivência e experiência conjunta, que favorecem o aprendizado e a colaboração.

 

As palestras podem ser direcionadas para os colaboradores isoladamente ou fazendo parte de um evento maior. Tratam-se de eventos de curta duração, com a presença de um especialista (interno ou externo) no tema exposto. Elas também podem assumir caráter motivacional, para aumentar o senso de pertencimento e o engajamento dos colaboradores.

 

As conferências têm a participação de especialistas, para debate sobre temas de interesse organizacional. Comumente, elas têm um presidente de mesa, que recebe perguntas da plateia e as direciona da melhor forma ao conferencista.

Formato bastante adotado pelas empresas do Vale do Silício e startups. Trata-se de um encontro mais informal, para estimular a conversa e o networking. A ideia é fomentar e estreitar o relacionamento estratégico entre colaboradores, para discutir novidades e atualidades do universo dos negócios. Essa ação pode contar, ainda, com dinâmicas que favoreçam o contato e aproximem pessoas.

 

Esses formatos são recomendados para promover a integração dos convidados, como uma forma de aproximação entre líderes e liderados, e como ação motivadora ou de reconhecimento por resultados obtidos.


 
  

Os bootcamps são programas de aprendizagem imersivos e intensos. Tratam-se de treinamentos curtos que objetivam trazer aos participantes os tópicos mais importantes sobre o tema em questão. A ideia é que esse foco, aliado à atividade prática, gere resultados mais rapidamente e acelere o processo de aprendizado.

 

E, então, o que achou desses formatos? Você já os utiliza em sua empresa?

 

Voltar